Intercâmbio entre a EB1 de Miranda do Douro e o Museu da Terra de Miranda.

 

 

Pretende-se que o presente Projecto Pedagógico a ser desenvolvido no ano de 2012-2013 contribua para que o Museu da Terra de Miranda seja um Museu aberto e, virado para a sua comunidade. Através da conservação, protecção e divulgação do seu Património o Museu da Terra de Miranda propõe-se perpetuar a memória dos seus antepassados para, também, melhor compreender o presente. Desta forma, entendemos que a Educação Patrimonial deve ser inserida num processo de construção ao Longo da Vida, e que, o mesmo deve fazer parte do quotidiano das pessoas e estar integrado no sistema educativo e recreativo da sociedade. O Museu aposta assim numa educação centrada na população mais jovem, sendo que o mesmo se mantém aberto a novas e diferentes atividades que poderão partir, até mesmo da própria escola.

 

Proposta de atividades a desenvolver entre o Museu da Terra de Miranda e a EB1 e EB2,3 de Miranda do Douro no ano lectivo de 2012 – 2013.

O Museu da Terra de Miranda vem propor às escolas EB1 e EB2,3 de

Miranda do Douro a participação nas seguintes actividades, a desenvolver conjuntamente com o museu no ano lectivo de 2012/2013:

Atividade – Elaboração de um projecto para realização de um logótipo do Museu da Terra de Miranda.

- Propõe-se que os alunos da EB2,3 DE Miranda do Douro visitem o museu a fim de explorarem e observarem as suas coleções e os objectos que as constituem, os quais pretendemos que sirvam de inspiração para a realização do referido logótipo.

 

- Os trabalhos realizados pelos alunos ficarão sujeitos à apreciação por parte do Serviço Educativo do Museu da Terra de Miranda, de um representante do Agrupamento Vertical de Escolas de Miranda do Douro e de um representante da Direção Regional de Cultura do Norte.

 

Atividade: O ciclo do pão – Do cereal até ao forno

Esta atividade consiste no estudo completo de todos os procedimentos que compõem o ciclo do pão, incluindo os diferentes processos que lhe são inerentes (semear, ceifar, trilhar, moer, peneirar, cozer), bem como as profissões que lhe estão subjacentes (agricultor, ceifeiro, moleiro, padeiro(a).

O Museu da Terra de Miranda pretende que os alunos explorem, conheçam e se envolvam com as técnicas e conhecimentos tradicionais que compunham o ciclo do pão e ao mesmo tempo, que reconheçam as mudanças e as transformações ocorridas neste processo.

Objetivos:

- Preservar e divulgar a memória e os saberes-fazeres locais.

- Oferecer às crianças a oportunidade de se relacionarem com novas experiências e aprendizagens: como viviam, como faziam…os nossos avós.

- Incutir às crianças a importância do sentimento de identidade e sentido de lugar.

- Refletir sobre a importância do pão na alimentação saudável.

 

Procedimentos:

- Explicar aos alunos dentro da sala de aula o modelo tradicional que constitui o ciclo do pão, bem como as mudanças e as transformações ocorridas no contexto atual.

- Semear, no espaço exterior da escola (EB1) alguns grãos de trigo, para que as crianças compreendam a primeira etapa referente ao ciclo do pão. (mês de outubro)

Observação: propõe-se que as outras etapas que integram o referido ciclo sejam exploradas ao longo do ano com os alunos, nomeadamente a ceifa.

- Identificar durante a visita ao museu as alfaias e os objetos que se encontram em exposição que fazem parte dos diferentes processos de trabalho que envolve o ciclo do pão. (data a definir com a escola)

- Relacionar durante a visita ao museu os objetos com as profissões subjacentes ao ciclo do pão; agricultor, segador, moleiro, padeiro. (data a definir com a escola)

- Sensibilizar as crianças para a importância de uma alimentação saudável e sublinhar a relevância do pão na alimentação das pessoas da Terra de Miranda, e do mundo.

(apresentação a realizada na escolha EB1 com um nutricionista convidado pelo MTM) (data a definir com a escola)

Visitas:

- Visita aos moinhos do rio Fresno

- Visita ao Museu da Terra de Miranda

- Visita a uma padaria industrial (em Miranda do Douro)

Recolhas – propõe-se que os alunos em colaboração com os pais e os professores reúnam canções e orações relacionadas com este ciclo.

Exemplo: Era comum, ao introduzir no forno o último pão (fugaça) fazer, com a pá “do forno”, o sinal da cruz dizendo a seguinte oração:

São Vicente te acrescente

São João te faça bom pão

Em louvor de Deus e a Virgem Maria

Um pai-nosso e uma Avé Maria

 Informante: Maria Leonor Ventura, 54 anos Caçarelhos 

Atelier: espaço dedicado à confeção artesanal de pão e bolos (roscos) num forno de lenha, em Miranda do Douro (sito forno do rio Fresno). Neste espaço as crianças terão a oportunidade de explorarem os conhecimentos relacionados com a feitura do pão, fazerem perguntas e exporem as suas questões sendo-lhes, também, dada a oportunidade de manusearem a massa do pão e, por fim saborear o pão quentinho. (mês de maio)

 

Os alunos começaram as primeiras atividades do projeto.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

publicado por mirandaeb1 às 22:18